A toda a alma prisioneira, a todo coração gentil.

dante_gabriel_rossetti_-_dantes_dream_at_the_time_of_the_death_of_beatrice_1871

A toda a alma prisioneira, a todo o coração gentil,
até os quais correndo vá o meu lamento
(e que diga cada um aquilo que sente)
saúde em seu senhor, ou seja o Amor.
Quase se tinha atingido a hora
em que a luz estrelar mais viva nos parece,
quando de súbito o Amor se me mostrou, 
e de tal forma que lembrá-lo me horroriza. 
Alegre me parecia, tendo
numa das mãos meu coração, e nos braços, 
envolta num cendal, minha dama, adormecida.
Despertou-a; e desse coração, que ardia, 
ela comia, receosa, humildemente
Vi-o depois afastar-se soluçando. 



 Dante Alighieri

 

Anúncios

Publicado por

Winter In My Heart

Todos os dias me apaixono pela mesma pessoa, mas se isso é bom ou ruim, apenas o tempo dirá. Ela tem um sorriso que queima a minha alma e um olhar que sempre me deixa sem saber o que fazer ou como agir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s